"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Fases  é um daqueles poemas que leio e penso, queria ter escrito isso..rs.
De uma Poetisa que muito admiro Maristel Dias dos Santos - http://www.minhapoeta.net/
(Maris, demorou mas aí está..rs... Beijos meu)

Fases


Matéria cansada
Procura o fim
Vazia a taça
Emborca na face
Fase - solidão
Oca do instante
Sumindo no céu
... Sou lua minguante.

Instinto inclemente
Na última hora
O impulso final
Navegar é preciso
A face reviro
Na fase latente
Colhendo no céu
... Sou lua crescente.


Surge prematura
Seqüestra a luz
No renascimento
Sem pena, sem medo
Na fase do algoz
É fértil, desova
Parindo no céu
... Eu sou lua nova.


É canto de cisne
É última chance
Quer engravidar
De sonho e paixão
A face oferece
Na fase da teia
Pendura no céu
... Eu sou lua cheia.

21 comentários:

Mila disse...

Bela poesia, maravilhosa mesmo...
Parabéns!
Mila

Pablo Rocha disse...

Já estava com saudade de vc, sumida. A poesia que escolheu reflete o pouco q sei de vc. Excelente escolha.

Beijos!

Ingrid disse...

Realmente querida Fátima, maravihosas fases bem sentidas pela nossa poetisa..
Num some não tá..
beijosss

Pérola Anjos disse...

Mudam-se as nossas fases, nossas frases, nossas faces...

Lindo!

Beijos!

Sonhadora disse...

Minha querida
Um canto triste no teu poema, mas mesmo assim belo de sentires.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Lilá(s) disse...

Aqui está e muito bem! que bela poesia!
Bjs

Dilmar Gomes disse...

Olá amiga Fátima. Muito bonito o seu poema. E bem trabalhado.
Um grande abraço

Juci Barros disse...

O final foi fantástico!
Beijos.

LHÚ WEISS disse...

Olá amiga! Saudades...passei para desejar um ótimo Halloween!! Divirta-se muito...
Bjs
Lhú Weiss

Lua Nova disse...

Oi, moça... Que linda essa poesia, intensa, uma metáfora da mulher.
Gostei muito.
Beijokas.

. intemporal . disse...

.

. _______________________________ .

. _______________________________ .

. _______________________________ .

. _______________________________ .

. _______________________________ .

. _______________________________ .

.

. bel.íssimo .

.

. paulo .

.

Alexandre Fernandes disse...

Que poema belíssimo!
Trespassa uma essência feminina sem precedentes. Incrível como as palavras delineiam uma sensibilidade sem tamanho.
Que belo!!


Beijo!

MOISÉS POETA disse...

fátima !

to gostando do seu blog , tem bons textos... estarei sempre por aqui para ler novos poemas. um beijo grande pra voce !

MOISÉS POETA disse...

oi fatima !

sou eu mesmo do ¨a biografia do fogo¨ . fiz o blog ¨o livro imortal¨ para falar especificamente de filosofia , misturando tambem poesia.
e outras artes , das quais aprecio muito , e estudo com afinco.

da ultima vez que estive aqui atraves do ¨o livro imortal¨ não reconheci seu blog , pois ele esta bem diferente...

sigo-te duplamente com meus dois blogs .

um grande beijo !

Valéria Sorohan disse...

O poema tá pra lá de estimulante. Muito bom. Entrega total.

BeijooO*

Ana Cavalcantti disse...

Ui que chiquê de poema ...lindoooo !!!
Hj eu to passano rapidinho só pra te seguir com me blog novo , eu tava ausente esses dias, mas voltei com tudo novooooooo !!
Beijos e vai me veeeeeeeer na casa nova rs !!!!!!!!!

Lilá(s) disse...

Vim procurar novidades...deixo um beijinho

Ana Martins disse...

Boa noite Fátima,
tem toda a razão, este poema é lindo!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Virgínia do Carmo disse...

A vida faz-se de ciclos, sem dúvida...

Bonito poema!

Beijinhos

:: Mari :: disse...

Oi menina querida,

Saudades de você, espero que estejas bem.

Volte logo!

Bjão

Mgomes - Santa Cruz disse...

Fátima: Lindo de mais nos a maior parte das vezes somos como as fases da Lua.
Beijos
Santa Cruz