"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Tempo de ser

Haverá alguém de ser, haverá alguém estar.
Para que outros sejam, para que outros fiquem.

Haverá alguém que crê, haverá alguém que viva.
Para eu outros creiam, para que outros vivam.

Haverá alguém no tempo, exato tempo de ser.
Sendo em todo tempo somente o Ser.

Há de deixar o tempo, às vezes ser somente.
Mas não há de esquecer do Ser.
Para não esquecer que és unicamente semente.

26 comentários:

Mila Lopes disse...

Olá Fátima!

Saudades menia?!rs

Sempre há tempo para tudo nessa face da terra...está lindo seu poema...

Bjs

Mila

Eraldo Paulino disse...

E entre o ser e o ter, bem que deveríamos preferir o ser, né?

E entre versos, hoje, de todos os que li, prefito os teus.

Bjs, querida!

AC disse...

E, de semente em semente, a convicção do ser vai-se firmando...
Que profunda, Fátima!

Beijo :)

JOCARLOSBARROSO disse...

Haverá sempre
alguem em cada lugar
onde você possa estar e amr!
Gostei tem minha silhueta
Beijos

D M Rangel, disse...

Como sempre, uma diva com as palavras!

Saudades, Fátima
Mas suas palavras sempre me abraçam

Valéria Sorohan disse...

Fátima querida, que saudade do seus posts.
Adorei o jogo de palavras. Quase uma oração.

BeijooO*

Ingrid disse...

Querida fátima,
somos sementes do tempo no ser...
Lindos versos..
saudades de ti.
Beijo no coração..

Lilá(s) disse...

Um poema com paladar a vida...
beijinhos

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Fátima.

Obrigada pela visita e pelo comentário em meu blogue.

Vim conhecer seu espaço e gostei muito dos seus versos... estou seguindo-te!

Beijos :)

Tere disse...

olá minha linda fatima! obrigada pela visita muito me alegra, com suas palavras doces. muitos bjus tere.

Rogério Pereira disse...

"Haverá alguém de ser, haverá alguém estar.
Para que outros sejam, para que outros fiquem."

Procuro e consigo ser
e vim talvez ficar
sob a forma de poema
integrando-me nesses versos
ou no seu prolongar

Claudia Ka disse...

Li uma 'frase' sua no merfil de uma colega... Uau, que bonito.
Beijoz.
ACasaDasMilPortas
;-)

Claudia Ka disse...

merfil=perfil

Carlos Albuquerque disse...

Foi no exacto tempo de ser, eu, que o tempo aqui me trouxe.
Foi bom aqui ter chegado.
Gostei de ler a sua poesia.
Aqui voltarei.
Abraço

Socorro disse...

Um poema pra Ter, pra Crer e a pra Ser a semente única ao brotar no tempo certo, no coração da Flor da Pele.

Beijos!

Pablo Rocha disse...

Foi bem no fundo! Intenso demais, Fátima! Cativante!

Beijos!

:: Mari :: disse...

Olha menina, esse poema tá demais!

O tempo sempre nos mostra que somos sementes...

Belo jogo de palavras, cadenciados e ritmados.

Bjão

LHÚ WEISS disse...

Essa minha amiga tem mesmo muita luz! Sempre escreve lindamente! Haverá sempre de ser alguém para ninguém esquecer!
Abraços
Lhú Weiss

OutrosEncantos disse...

E teus poemas sempre do fundo do SER!

Beijo, obrigada pelo carinho!
O Mar, sim, às vezes dá medo mesmo, ainda assim eu amo!

Alexandre Fernandes disse...

Mais um poema repleto de ternura, que se envolve na poética do ser, da essência que perdura na veia que corre por dentro. Não apenas uma forma de buscar o selo que unifica a alma com o corpo, mas uma impulsão que a torna intrinsecamente importante.

Não há de esquecer do ser. O ser é que comanda nossos atos.

Belíssimo!

Beijos!

Daniel Costa disse...

Fátima

Gostei do poema, acabar numa verdade: não esquecer que somos papenas semente.
Beijos

Rafael Castellar das Neves disse...

E que sem haja!! como diria o grande Pena "Bem-haja!" sempre..

[]s

D. M. Rangel, disse...

Sempre entro em seu blog, leio sua poesia e saio com um sorriso no rosto e um gostinho de quero mais no coração


Um beijo, Fátima e ótimo final de semana, linda!

. intemporal . disse...

.

. e do húmus que sendo superfície é profundo solo onde germina a semente onde és unica.mente .

.

. fátima,,, .

.

. querida amiga,,, . desejo.TE um santo e feliz natal extensível a toda a família e amigos que te sejam essência ao peito .

.

. um beijo sempre amigo,,, .

.

. paulo .

.

Nini C . disse...

Lindo, lindo Fátima... Adoro tudo que tu escreve ;)

Beijo. Adoro voc.

legalmente loira... disse...

fátima querida,
oha eu aqui hehhehe
saudades demais doce amiga.
divino!! sou sua fã não se esqueça jamais.
a gente vai se falando.
beijos.