"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Cabelo

Moldura teu rosto,
Desliza em seus ombros,
Acaricia suas costas nuas.

Suas madeixas
Chamam-me como medusa.
Preso por elas, me usa.

Estendem-se na cama
Como tapete,
Enfeite.

Brinca de cabana
Sobre meu rosto.
Acaricia-me,
Deleite.

23 comentários:

Nini C . disse...

Pouxa Fátima, nem tenho mais o que falar sobre suas postagens, todas são perfeitas... Fui a primeira a comentar, urrul... Beijos...

Tere disse...

querida fatima,perfeitas suas palavras ,amei,bju tere.

brain em braille ,poesia contra o tempo disse...

olá poetisa,agora eu te sigo..rs
amei seu blog e seus textos tbém...
parabéns! bjos

legalmente loira... disse...

querida fátima,
linda e que cabelo perfeito.
Inventamos nosso proprio palco para representar no nosso maior espetáculo, nossa VIDA!!

Beijos....otimo final de semana....

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo e terno poema, adorei.


Beijinhos
Sonhadora

:: Mari :: disse...

Menina,
Me senti agora, lindo poema, adorei!
pena que não dá pra realizar tudo ao pé da letra, falta muito cabelo pra isso. Rsrsrs

Ah, quanto ao seu comentário no Tic Tac, ainda bem que moramos longe uma da outra, vai ficar dificil eu apanhar, não faço dezenhos a um tempão, ufa... rsrs

Bjos

Eraldo Paulino disse...

Essa tonalidade avermelhada e apaixonante do cenário que emoldura teus versos tem tudo haver com a profundidade alucinante que teus dizeres provocam.

"Brinca de cabana
sobre o meu rosto" demais!

Bjs!

EU QUERO ACREDITAR disse...

Olá Fatima!

Show esse seu espaço. Adoro poesia e gostei muito como você constrói seus textos! É de uma sensibilidade magnífica!:-) Fatalmente já estou lhe seguindo e estarei sempre por aqui! Parabéns e obrigado por sua visita em meu Blog! Fico feliz que meu espaço tenha tanta gente de qualidade visitando!

Um grande abraço...

Tere disse...

oi fatima ,vc disse que assim seja,eu digo amém!!bom final de semana bju tere.

pablorochapoesias.com disse...

Quanta sensualidade aliada a talento! Bom demais voltar aqui, Fátima!

Ps: Sua página ta linda!

Beijos

Chris Costa Lima disse...

Vim deixar um beijo, agradecer o carinho e dizer que fico lisonjeada que meu texto tenha te inspirado. Chego aqui e me deparo com essa poesia linda! Quem inspira quem mesmo??? Vou inspirada...rs

Beijo grande e um ótimo domingo.

aluisio martins disse...

imagens delirantes... ins-piram meu domingo.
um ótimo pra vc
beijo

PRECIOSA disse...

Linda, Fátima você consegue traduzir em sua escrita "Amor e Desejo". Parabéns....
Fico feliz com sua visita em meu blog e com o carinho com que escreves o comentário....
Um beijo no coração. Tenhas uma semana abençoada....
Preciosa Maria

Vozes de Minha Alma disse...

Lindíssimo Fátima!
E commo diria João da Crus e Sousa:

"Passa através dos teus cabelos quentes,
Pela chama dos beijos inclementes,
Das dolências fatais, da nostalgia.."

Vim agradecer e deixar um beijinho em teu coração.

Ulisses Barreto disse...

Cabelos femininos sempre me intrigaram muito, adorei seus poemas e seu blog, obrigado pela visita ao meu ! bjosssss

Por que você faz poema? disse...

Versos lascivos
para o deleite
dos leitores
mais sensíveis.

Juci Barros disse...

Que delíciaaa!
Beijos.

legalmente loira... disse...

nossa que encanto...
saio daqui de alma mais leve

Uma semana cheia de luz pra você

beijos

Cria disse...

Belo por demais, parabéns pela inspiração ! Beijos.

aluisio martins disse...

uma forma perfeita, linda de exprimir cabelos...
imagens que levo comigo
abs

Dario disse...

Adorei Fátima... A sutileza das palavras me deixaram levemente paralisado imaginando "Desliza em seus ombros,
Acaricia suas costas nuas".. P A R A B É N S.

Débora Raquiel disse...

Esse teu poema captura mesmo...altamente imaginético,rítmo hipnotizante...a gente sente o que fora dito até nas entrelinhas,é um poema para ser sentido!perfeito,perfeito!

Marcelo Novaes disse...

Fátima,




Usar a voz masculina [enquanto voz narradora] é um bom exercício.







Um beijo.