"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Linha atemporal

Sustenta essa linha no espaço.
Em meu peito aberto.
Em infinito tempo
No teu abraço.

Sustenta essa linha no tempo.
No antes e pós ligados,
De diferentes horas
Em diferentes lados.

Sustenta essa linha no afeto.
Além do sentimento carnal,
Na calmaria da ilimitada calma,
Querer incondicional.

Sustenta essa linha na vida.
Em corpo de ser pulsante
Para voltar a ser
Um único ser mais adiante.

Sustenta essa linha na morte
Nesse sentir espiritual
Em nossa alma, nossa palma
Essa linha atemporal.

29 comentários:

OutrosEncantos disse...

Fátima!!!!

Fabuloso poema!!!
Fabuloso, menina!!!
Parabéns!
Adorei!
Muito bem escrito. Sentido, verdadeiro!
Lindo sentimento!
Gostei muito!
Parabéns!
O teu poema mais lindo, é este!
Beijos!

AC disse...

A sua inspiração é profunda, sustentada em linha atemporal...

Beijo :)

Nini C . disse...

Perfeito!
Sustentar essa linha não pode ser tão difícil... Beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida
Linda a maneira como os sentimentos fluem, adorei o poema.

Beijinhos
Sonhadora

Lara Amaral disse...

Gostei do ritmo do poema, bonito mesmo.

Obrigada por seu carinhoso comentário, Fátima!

Beijos.

Eraldo Paulino disse...

Me perdi no tempo lendo teu poema três vezes seguidas...

Muito bom. Melhor poema que li essa semana!

Bjs!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Ola Fátima: Não sei o que dizer simplesmente Fabuloso ou lindissimo tanto faz adorei.
Beijinhos
Santa Cruz

Mila disse...

Lindo, simplesmente maravilhoso seu poema...adorei!
Bjs
Mila Lopes

Raquel de Carvalho disse...

Lindo como sempre, Fátima!!! Parabéns!

Eu dei uma sumida... ainda nem tinha visto o novo visual do blog... que, por sinal, ficou ótimo!!! Tudo a ver!!!!!

Estava com saudades daqui...
Beijos

Cria disse...

Uma grandiosa composição, amiga poeta ! Parabéns. Beijo e obrigada por teu carinho !

:: Mari :: disse...

Menina,
Sustenta essa linha... Ritimado e Perfeito!

Parabéns!!

Bjo

legalmente loira... disse...

queridas amigas e amigos......
hoje não poderei ler nada estou debilitada

Obrigado pelo carinho,
fico feliz quando passa
por aqui...

um bom dia
abços e bjos.
fatima amei totalmente o poema, sinto sua falta...

brain em braille ,poesia contra o tempo disse...

Magistral poetisa...

"...Na calmaria da ilimitada calma..."

Sustentou com maestria o enredo imaterial

Parabéns
bjos!!

aluisio martins disse...

minha amiga, tens alma elevada e de poeta que dá luz em cada palavra. uma verdadeira oração que me chegou em hora boa e certa.
abs

Ulisses Barreto disse...

muito boa a poesia mesmo, boa de ler em voz alta com belos versos e rimas , bjosssss

Michele P. disse...

Fátima

Os seus poemas tem um "quê" de racionais que me encantam.

Beijos, querida!

. intemporal . disse...

.

. bel.íssimo,,, fátima .

. tiro o meu chapéu . aplaudo.A de pé .

. clap . clap . clap . clap . clap .

.

. in tempore .

.

. um bom.fim.de.semana .

.

. um beijo meu .

.

. paulo .

.

Vozes de Minha Alma disse...

Fátima, realmente teu poema é lindo e os demais leitores estão confirmando isto.
Então que tuas palavras suplantem neste poema, o passado, o presente e futuro, e que tu continue sendo a poetisa brilhante que és.
Bjs.

legalmente loira... disse...

fátima,
simplesmente amei.
bjos.

Alexandre Fernandes disse...

Que poema fantástico. Tem a doçura afetuosa da paz. É incrível como delineia um pouco o mistério à cerca da vida, dos elementos mais intrínsecos que nos rodeiam.

Muito lindo querida.

Beijos.

Pontos de Ligação disse...

Sustenta essa linha na vida.
Em corpo de ser pulsante
Para voltar a ser
Um único ser mais adiante.

Perfeito poema!
Cheio de sentimento, verdade, ousadia... Extremamente bem escrito..
Adorei Fátima! (sem palavras)

Letícia

Juci Barros disse...

Incrível é sustentar palavras assim, perfeitamente unidas em versos e impregnadas de sentimentos.
Beijos.

LHÚ WEISS disse...

Olá amiga querida! Adorei sua visita no meu blog.sabia que você iria gostar de WOODSTOCK. bons tempos!!! Agora o teu poema é uma delícia! só tem um problema...agitada como eu sou, não sei se consigo sustentar uma linha assim na calmaria! rsrsrsrs...
Bjs grandes
Lhú Wiss

Lilá(s) disse...

Olá
Obrigada pela simpática visita.Admiro quem faz poesia de uma maneira tão fabulosa! GOSTEI
bjs

Ana Martins disse...

Boa noite Fátima,
Muito intenso e melodioso o seu poema.

Deixo um beijinho,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Daniel Costa disse...

Fátima

Belo poema, normalmente tudo o que é intemporal resulta, como resultou numa poesia bonita!
Beijos

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Olá Fátima,

Gostei de receber a tua visita no meu espaço verdinho !
Ofereceste-nós um poema belo em toda a linha !
Beijinhos
Verdinha

meus instantes e momentos disse...

bonito isso, intenso e bom de ler.
gosto de ti.
Maurizio

Thiago disse...

É um poema tocante, me vendeu uma ideia de perda e renovação ao mesmo tempo. Quem me derá pudesse prender o tempo com as mãos.