"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Sono (de criança)

Minha palavra está com sono
Distraída com as letras 
Com pontos.... vírgulas,,, e acentos^~´`

Parece ingênua criança que brinca ao jardim,
Pula amarelinha....

                           Pula para outra linha.

Minha palavra está com olhos doces
Em doces sorrisos ☺☺
De boca lambuzada.

Está com corpo de cama
Se espreguiça 
Distraídaaaaaaa, ops.

Desta vez salta...

                            duas linhas

E assim um tanto dormente,
Pelo sono inocente,
Vai brincando com o que sente♥

                                     
À todas as crianças que permanecem dentro dos que me visitam, um feliz dia!


14 comentários:

AC disse...

Quem fruir uma sensação assim!
Tenha um excelente bom dia, Fátima!

Beijo :)

ॐ Shirley ॐ disse...

Como é bom sentir-se criança assim, Fátima. Beijos e um lindo dia!!!

Folhetim Cultural disse...

Olá sou Magno Oliveira do Blog Folhetim Cultural visito seu espaço, para convidar você a conhecer o Folhetim Cultural, blog atualizado diariamente com notícias culturais, espaço para contos, crônicas, poesias e muita cultura.
Endereço do blog: http://informativofolhetimcultural.blogspot.com/
Twitter Magno Oliveira: http://twitter.com/#!/oliveirasmagno
Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura
E-mail Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com
Aguardo sua visita, espero que goste deste espaço cultural
Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Alê disse...

As palavras,

Tem peso,

São facas,

São flores


*Adaptado Roseana Murray

EDER RIBEIRO disse...

Me encantou esse poema brincante. Bjos.

Carla Fernanda disse...

Linda brincadeira de palavras que saltas e salvas....sem ressalvas.
Beijos criança Fátima!!

Terê. disse...

agradecendo a visita, fique bem, bjus tere

Andre Martin disse...

Adorei a brincadeirinha de amar-e-linha com cada palavra que se diztraída... rs

Luna Sanchez disse...

Sorri largo, Fátima!

Ê, guria, cada dia mais gostoso te ler, que coisa boa!

=D

Beijos meus, adorei!

Ives disse...

E sou uma crinaça com sono tb, lindo blog e profunda homenagem às crianças, abraços, lindo blog

olhar disse...

Fatima linda!

ADOREI COMO ESCREVEU! FICOU UM DELICIOSO JOGO DE PALAVRAS BRINCANDO!!

E SIM, UM LINDO DIA DAS CRIANÇAS SEMPRE PARA TODOS NÓS ADULTOS!!

QUE NOSSO LADO CRIANÇA NUNCA DEIXE DE EXISTIR...

beijos com muito carinho sempre!!

Biazinha

Jonh Lemmon disse...

ADOREI...

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema doce e terno que adorei...por vezes desejávamos voltar a ser crianças para sentir aquele aconchego que ficou no tempo.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

A.S. disse...

Um delicioso sono de criança que por vezes desperta em ti...


Beijos,
AL