"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

domingo, 27 de junho de 2010

Espelho



Dentro de tua moldura vejo meu reflexo,
Sou tão parecida com ele
Como os dois lados de uma moeda,
Como o côncavo e o convexo.

Em mim vejo a beleza, a coragem e a atração,
Em ti vejo o medo, a insegurança e a solidão.
Luto em mim internamente
Na tentativa de sair do eterno luto,
Em ti o desdém de quem não quer mais lutar.

Procuro a identificação dos meus lados
E o que vejo são as diferenças,
Tão gritantes que assustam.
Em mim vejo a menina em ti vejo a idade,
Em mim os sonhos em ti a realidade.

Identifico apenas a igualdade em nossos olhos,
Não são mais vermelhos; resta apenas a tristeza,
Nesses olhares que tanto presenciaram.
São idênticas. Foram os anos que deixaram
Neles este ar cansado, triste de melancolia.

A dor das dores vivida, sentida e sentenciada.

Mas nem tudo está perdido, a alma em nossos olhos
Está identificada e com o passar dos anos,
E a permissão de novas vidas experimentadas,
O espelho nos trará a certeza
De nossas igualdades emolduradas.


25 comentários:

Tere disse...

lindo poema, beijos tere.

D, disse...

Fátima,

Primeiro, estou feliz por ler mais uma bela obra aqui
Que belo retrato do tempo, do poder dele e da fotografia
São temas que por si só já me emocionam, e você foi além

Obrigado por continuar a postar coisas belas, querida

Um grande beijo

Mila disse...

Bela poesia Fátima!
Minha admiração!
Bjs
Mila Lopes

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Que assim uma alma cheia de vida, possa a outra tão descrente mostrar luz e trazer novamente a essência da vida.

Beijos e tal como Mila, minha admiração por tão linda poesia!

Beijos!

D, disse...

Fátima, querida
Obrigado pelas palavras
Agradeço muito, feliz que tenha gostado
E quanto a “Os três corpos”, digamos que foi inspirado numa realidade criativa

Beijos, linda

Daniel Costa disse...

Fátima

Diria que gosto do poema, mas vislumbro nessa que o mesmo, juntamente com o visionamento no espelho, ofuscam o seria polidez.
Resta o equacionar: "Mas nem tudo está perdido..."
Beijos

legalmente loira... disse...

fátima querida,
Mas nem tudo está perdido, a alma em nossos olhos
Está identificada e com o passar dos anos,
E a permissão de novas vidas experimentadas,
O espelho nos trará a certeza
De nossas igualdades emolduradas.
isto é belissimo!!
aplausos.
quero postar algo seu no meu espaço se permitir me avise.
bjos linda morena.
obrigada pelo seu carinho.

legalmente loira... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
:: Mari :: disse...

Fátima,

Que bela poesia, retratando a alma e o tempo juntos.
Mais uma obra belíssima.

Bjos

pablorochapoesias.com disse...

Sempre me surpreendo com seus belos escritos! Adoro poder voltar aqui!

Beijão!

Virgínia do Carmo disse...

Todos somos, em algum momento, projecção dos nossos medos e fraquezas...

Bjos

Nilson Barcelli disse...

É sempre bom pensar que "nem tudo está perdido", pois até das coisas negativas se podem encontrar oportunidades.
Fátima, minha amiga, tenha uma excelente semana.
Beijos.

Cria disse...

... e assim vivemos ... Lindo !! Beijo, obrigada por teu carinho.

Germano Viana Xavier disse...

Fátima,

nossos recentes textos parecem dialogar em suas temáticas. Escrevemos a mesma coisa com outras linguagens.

Muito obrigado pelo elogio. E digo que a recíproca é verdadeira.

Carinho sempre.
Continuemos...

orespirardopensamento disse...

Nada é absoluto.
Não existe negativo a 100% assim como o positivo.
O importante é agarrar a positividade do negativo.
Beijo

Eraldo Paulino disse...

Fátima, estar aqui, e refletir sobre a imagem viajando em teus versos me levam ao meu colo materno de Dona Fátima, minha mãe, e tudo o que pode representar metaforicamente isto...

Bjs, querida. És um doce de cupuaçu!

meus instantes e momentos disse...

uma poesia com alma.
Muito bom.
Maurizio

Pontos de Ligação disse...

Que bela poesia, querida!
Escritacom a alma, com ossentimentos, e que conseguiu, com certeza, atingir ao seu objetivo

adorei!

Mila disse...

Tudo bem minha linda.
Se for viajar, boa viagem e se cuida tá. Obrigado por avisar.
Bjs Fàtima
Mila Lopes

Michele P. disse...

Fátima:

Você é tão boa poetisa, que as vezes faltam-me palavras para descrever a minha admiração por teus escritos.

legalmente loira... disse...

fátima,
querida amiga legalmente morena rsrsrs.
fico feliz em poder postar.
o farei no final de semana te aviso.
linda noite com bjos.
lindo seu espelho.....

Luciana N disse...

Oi Fátima
Vim conhecer teu Blog pelo Blog da Loira que é muito legal.
Gostei muito do teu Blog e sucesso sempre.
Bjs

legalmente loira... disse...

oi fátima,
saudades...
amiga você ja esta no meu espaço devidamente postada hehehehe
legalmente morena.... a amiga acima luciana é um enquanto quando puder va conhece-la.
Beijo e bom fim de semana.
até segunda-feira...

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

LINDO POEMA!!PARABÉNS!!!AMEI!!BEIJOS MEUS!!!

EDER RIBEIRO disse...

Fatima, sua poesia fala da perda, porém perdar maior é se esquecermos que somos e aqueles que amamos. Bjos.