"Eu não escrevo poesia, não escrevo poema. Eu só desnudo minha alma." Fátima Amaral

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Vem...


Vem...
Tire os meus medos
Desvende os meus segredos
Chegue clandestino
Se aposse do meu destino

Instala-se em meu peito
Deixe-me ser ar
Deixe-me à vontade
Com vontade de me entregar

Faça-me tua
Não deixe só o corpo
Mas a alma nua
Deixe-me em torpor

Faça-me enxergar no escuro
Transpirar, suar, cansar
Tire-me do mundo
Por alguns segundos

Deixe-me encantada
Sentindo tua ausência
Só não me prenda
Não tire minha essência.

15 comentários:

Valter Montani disse...

beijos e bom dia!

Se amar-te foi um pecado,
então já estou sentenciado.
Meu corpo já não me pertence,
minha mente foi subjugada,
pertinaz, só tenciona ter-te.
Espero de Deus, apenas piedade
quando penitente eu morrer de amor
tenha da minha dor, compaixão
e absolva o espírito deste homem
que em desatino para ti entregou:
o corpo, a alma e o coração!

Valter Montani

Talles azigon disse...

lembrou um verso meu que diz "hoje estou completo de tua ausência"

o que faz a poética é esse anseio, amei esse modo musical de combinar os versos

Hamilton H. Kubo disse...

Belissíma poesia.
Linda como sempre!
E esta com sedução!

Beijos!

Mila disse...

Olá Fátima!
Adorei tua poesia!
Esses versos lindos...
"Faça-me tua
Não deixe só o corpo
Mas a alma nua"
Bjs
Mila

pablorochapoesias.com disse...

Isso que é se entregar de corpo e alma! Coisa para poucos1!

Beijos!

D, disse...

"Escrever é estar vulnerável ao sexo com as palavras" D. M. Rangel

E é exatamente isso que você faz aqui, com delicadeza e talento!
Parabéns, Fátima!

Pontos de Ligação disse...

Com leveza, sutileza, ferocidade, verdade... Cada palavra carregada de uma sentimento singular...
Que linda poesia!

Ah, já falei que amo suas poesias?

Cria disse...

Grandioso, poeta !!! Beijos, linda sexta.

ARTESÃ DAS LETRAS disse...

Amei tua inspiração poética, linda demais! PARABÉNS!
bjs Taís

Nilson Barcelli disse...

"Faça-me tua
Não deixe só o corpo
Mas a alma nua
Deixe-me em torpor"
Belíssimo poema, com imensa sensualidade. Gostei muito.
Bom fim-de-semana.
Um beijo.

Bleeding_Angel disse...

Fatima, meu anjo, mil perdoes. Sabe o q aconteceu? Eu fechei os dois blogs, a Cela e o The Vampire Diaries pq qria mudar algumas coisas no layout, postar imagens e textos e naum acho de bom tom fzer isso com blog aberto, pode dar bagunca e os leitores naum merecem isso. Dai eu fui lanchar e esqueci eles fechados kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk minha pagina de rekdos lotou por isso, soh dai q me dei conta! kkkkkkkkkkkkkkk
Q isso, vc sera sempre mto bem vinda meu amor e olha, hj eu vou ter mais tempo de visitar e comentar decentemente nos blogs dos amigos e, claro, o seu tah na minha lista.
Bjos e desculpe o transtorno.

:: Mari :: disse...

Olá Fátima,

Encantada com o poema, tão intenso, tocante, profundo e lindo.

Adorei mesmo!!

Bjos

SUBÚRBIO-SP disse...

muito boa fatima.
Continue assim e muita sorte;bjo.

legalmente loira... disse...

Olá,
passando para desejar a você,
um bom fim de semana,
fui pega por varias ites....sinusite,
faringite e por ai vai.estou pessima ai ai ai
volto na segunda.
beijos.
legalmente morena eu adorei rsrsrs
hoje estou pessima mas volto com calma e tinindo..
ja estou a seguir como loira...

Márcia Vilarinho disse...

Belíssima poesia, cadenciando o amor, o mais puro amor, que se entrega, mas não se perde. Bjs.